Cinco invenções que ganharam o mundo mas não deram lucro ao seu criador.

O que o Tetris, GPS, Karaokê, o Mouse e até o Smiley tem em comum? Nenhuma dessas criações mundialmente conhecidas foram patenteadas.

Todos nós sabemos que o sonho de todo inventor é ser reconhecido por sua genialidade e consequentemente obter retorno financeiro por sua criação.  Mas, muitas vezes a falta de conhecimento,  o processo burocrático e até a falta de dinheiro, faz com que as pessoas desistam de registrar suas invenções.  Resultado disso é que quando esta pessoa divulga ou comercializa tal invento sem a devida proteção, além de não levar crédito nenhum, acabam deixando de ganhar muito dinheiro.

Confira abaixo alguns exemplos de invenções não patenteadas, que são mundialmente conhecidas:

tetris   O Tetris

Criado em 1984 pelo Alexey Pajitnov, na Rússia. Após um acordo mal sucedido entre ele, a empresa em que ele trabalhava e o governo da Rússia, Pajitnov só obteve os direitos pela criação do jogo em 2004. 

coletanea-musicas-karaoke-dvdoke-infantil-em-dvds-140-mus_iZ312XvZxXpZ1XfZ7020591-449486742-1.jpgXsZ7020591xIMKaraokê

Criado no Japão nos anos 70 pelo Daisuke Inoue. O karaokê surgiu de uma forma um tanto quanto espontânea. Com o sucesso desta criação, grandes empresas começaram a fabricar maquinas de karaokê e vende-las em bares e estabelecimento. Mas como não havia registrado sua criação, não pôde reclamar por seus direitos.

1203px-Wheel_mouseMouse 

Criado nos anos 60, pelo Douglas Carl Engelbart nos  Estados Unidos.  O famoso mouse, até chegou a ser registrado, mas não deu lucro ao seu criador, porque o registro da patente da invenção expirou antes que o produto fosse utilizado em  computadores pessoais.

garmin-nuvi-885t-gps-navigator

GPS 

Criado em 1995, pelo governo norte americano.  Criado para uso militar, o sistema de GPS não possui nenhuma patente registrada, e o sinal liberado por satélite foi liberado para uso civil gratuitamente. 

download

O Smiley face 

Criado em 1963 pelo Harvey Ross Ball, nos Estados Unidos. Apesar de não ter se interessado em garantir a autoria do famoso rostinho feliz, em pouco tempo o produto ganhou o mundo em formato de bottons.  

Fonte desta pesquisa: (http://www.tecmundo.com.br/invencao/15268-9-inventores-que-mudaram-o-mundo-e-nao-ganharam-nada-por-isso.htm )

Estes são apenas alguns exemplos de criações e invenções que não deram retorno financeiro e nem os devidos créditos ao seu criador. Infelizmente, isto acontece muitas vezes por que o próprio inventor não acreditou no potencial da própria criação, por isso não teve a intenção de registrar seu trabalho. Em outros casos a pessoa deixa de garantir seus direitos ou por falta de conhecimento, ou por achar que o processo de registro é muito caro e burocrático.

Entre em contato conosco, e conte com nossa consultoria especializada no registro de marca, patente, direitos autorais entre outros assuntos de proteção dos direitos de propriedade intelectual e industrial. ACREDITE NO POTENCIAL DA SUA INVENÇÃO

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *